segunda-feira, 21 de maio de 2012

Internauta viaja 1,6 mil quilômetros para comprar o raro Opala 1976


O consultor Daniel Pachalian Machado, de 26 anos, saiu de Vila Velha e foi até Franca (SP) para trazer o "Bejão 76"



Murilo Cuzzuol
GAZETA ONLINE
O consultor de vendas Daniel Pachalian Machado, de 26 anos, tem uma grande paixão na vida, mas para encontrá-la ele teve que percorrer exatos 1,6 mil quilômetros entre Vila Velha e Franca, em São Paulo. O esforço valeu a pena e hoje o consultor tem na garagem um Opala Standard, ou se preferir o "Bejão 76", fazendo referência à cor bege.
Desde a infância Daniel demonstrava apreço e carinho por este modelo de carro - já que a família possuía um. "O culpado de tudo isso é meu pai. Ele tinha um em casa e andávamos para diferentes lugares nele. Fui gostando do carro e cresci alimentando o desejo de um dia ter meu próprio opalão", contou.


O Bejão, um autêntico Opala fabricado em 1976, foi adquirido recentemente por pouco mais de R$ 12 mil reais. "Fui até São Paulo para buscá-lo e quando bati o olho foi amor imediato. É até difícil de explicar. Voltei para Vila Velha já nele em uma viagem agradável e emocionante, pois a cada pedágio que parava as pessoas o elogiavam", disse ele.
foto: Arquivo Pessoal





Daniel e o "Bejão 76" são inseparáveis. "Esse casamento é para sempre", contou ele.


É apaixonado pelo seu carro? Envie textos, fotos ou vídeos
Você também pode enviar o material para euaqui@redegazeta.com.br
Para comprar a "relíquia" o consultor se desfez de uma picape L200. Com o dinheiro da venda, Daniel realizou o sonho e ainda sobrou uma boa quantia para investir no Opala. "Já gastei R$ 49 mil reais com ele. Troquei o motor de quatro cilindros por um de seis em uma oficina especializada neste tipo de automóvel. Também dei uma turbinada no motor, mas a originalidade dele será preservada, pois é um charme", explicou.


Esse já é o terceiro opala de Daniel, mas dessa vez ele garante que o Bejão não será repassado para frente. O consultor contou que não há dinheiro que pague a satisfação de ter um exemplar raro e por isso cuidará com muito carinho dele para deixá-lo para o filho. A paixão é tanta que Daniel se tornou membro do Clube Amigos do Opala de Vila Velha. Os encontros dos apaixonados são realizados religiosamente às terças-feiras.

Nenhum comentário: